mudas de macuja  

Somos Produtores de Mudas de Maracuja

 
line decor
  
line decor

 
 
 

 
 

MUDAS DE MARACUJA

MARACUJÁ

Mudas

Texto João Mathias
Fotos: Ernesto de Souza

O produtor pode fazer suas próprias mudas comprando sementes. Em sacos plásticos pretos com furos de 14 x 28 centímetros, coloque substrato à base de duas partes de terra e duas de esterco de curral bem curtido, além de uma parte de material volumoso, como bagaço de cana, serragem e palha de café.

Adube cada metro cúbico, ou mil litros, da mistura com dois quilos de calcário dolomítico e um quilo de superfosfato simples. Plante em cada recipiente de duas a três sementes, que germinarão em 25 dias, quando se faz o desbaste e mantém no saquinho apenas o embrião mais vigoroso em desenvolvimento. Entre 40 e 60 dias, já pode ser levada para o campo.

Dicas
O maracujazeiro é uma árvore trepadeira e precisa de um suporte para sustentar o seu desenvolvimento. É plantado entre dois mourões de número 12 ou 14 de diâmetro, com 2,5 metros de comprimento - 0,5 metro abaixo do solo - e distantes a cada cinco metros um do outro, sempre com uma unidade a mais da quantidade de plantas. Fixado por dois esticadores nas extremidades, estenda a dois metros de altura um fio de arame galvanizado interligando as madeiras. Conduza para lados opostos dois brotos, que aparecem no ramo do pé de maracujá após um leve desbaste, quando a parte mais alta atingir verticalmente o arame.
Variedades
A maior parte dos pomares é do tipo azedo ou amarelo. É pequena a participação do plantio do maracujá-doce, que ocorre em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Está programado para o segundo semestre de 2005, destinado ao mercado de frutas frescas e de exportação, o lançamento de uma nova cultivar de maracujá-roxo pelo IAC.

O maracujá-azedo possui cultivares comerciais no mercado, como as híbridas IAC-273 e IAC-277, que produzem frutos maiores e mais pesados. Para a agroindústria, é recomendada a IAC-275, dotada de casca mais fina, maior redimento de suco e de brix - medida de açúcar do fruto -, além de polpa com coloração mais intensa.

Dados Gerais
Dados gerais
Espécie: família Passifloraceae
Plantio: meses quentes no Sudeste, e o ano inteiro nos estados ao Norte.
Solo: textura média ou arenoso, profundos e bem drenados; evite utilizar baixadas, solos pedregosos e com possibilidade de encharcamento
Clima: quente, temperaturas entre 20 e 32 graus, desde que sojo seja úmido
Uso culinário: suco, geléia, mousses, sorvete, molho para carne e peixe
Uso medicinal: calmante, rico em cálcio, fósforo, ferro, vitaminas A, C e complexo B; da casca é feita farinha que controla diabetes e reduz colesterol
Colheita: janeiro a julho no Centro-Sul
Área mínima: dez plantas em 150 metros quadrados
Onde comprar: Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes da Cati; Citro Setin Mudas, Vila Piza, Rua General Rondon, 923, Limeira, SP, tel. (19) 3441-6233, contato@citrosetin.com.br
Investimento: um real a muda, 40 reais a dúzia de lascas sem tratar, arame, adubo, esterco; custos iniciais de 200 reais
Consultora: Laura Maria Molina Meletti, pesquisadora do IAC, C.P. 28, CEP 13001-970, Campinas, SP, tel. (19) 3242-4246, lmmm@iac.sp.gov.br
Mais informações: Instituto Agronômico (IAC), Av. Barão de Itapura, 1.481, C.P. 28, CEP 13020-902, Campinas, SP, tel. (19) 3231-5422; Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes, da Cati, Av. Brasil, 2340, C.P. 960, CEP 13073-001, Campinas, SP, tel. (19) 3743-3700; Citro Setin Mudas, Vila Piza, Rua General Rondon, 923, Limeira, SP, tel./fax (19) 3441-6233, contato@citrosetin.com.br

TEXTO EXTRAIDO NA INTEGRA = http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1051334-4529-3,00.html